Côrtes Medievais (1944)

 Painéis na Escadaria do Palácio de S. Bento
Óleos sobre tela (Dimensões: 4,820 m x 2,700 m  e  4,500 m x 2,070 m)
 
Tríptico do lado da Assembleia Nacional:
As Cortes de Leiria (Séc. XIII)
    Pela primeira vez se pode assegurar a presença nas Côrtes dos representantes do Povo – os Procuradores dos Conselhos, os primeiros Deputados.
    Além do Clero, com as suas insígnias – as Cruzes, os Báculos e as Mitras –, da Nobreza, com as suas armas – as espadas, as lanças e os escudos –, pela primeira vez aparece o Povo com os seus direitos assegurados e escritos, nos Forais.
 
Painel da esquerda:
O Clero
Ocupa, em relação aos Nobres, ao Rei e ao Povo, o lugar que sempre ocupou nas Côrtes Portuguesas, segundo as plantas mais antigas.
Representam-se neste painel, junto da capela de S. Pedro, os Arcebispos, os Bispos, o Abade de Alcobaça, os diáconos, os Mestres das Ordem Militares de Santiago, do Templo e de Aviz (ainda então com a cruz encarnada), o Prior da Ordem do Hospital, o Prior dos Pregadores (Dominicanos) e o Guardião dos Frades Menores (Franciscanos). Cruzes Procissionais, Pálio Rico, Círios, Caldeirinha e Incensário.
Painel do centro:
O Rei
e o Povo
O Rei D. Afonso III, de espada cingida e Ceptro na mão, sentado no seu Trono, rodeado dos funcionários do seu Palácio: o Canciller, o Superjudex, o Alferes-menor, o Vice-mordomo, o Reposteiro-Mor, o Capelão e os Físicos, segundo as práticas leonesas e a maneira francesa, que o "Bolonhez", após a sua longa permanência na Côrte de Paris, não deixaria de adoptar em Portugal.
No primeiro plano, conscientes da sua força nascente, os Procuradores dos Conselhos - os primeiros deputados -, com seus Forais na mão, instrumentos da sua força nascente.
Painel da direita:
A Nobreza
Os Ricos-Homens, os Infanções, os Cavaleiros, os Escudeiros e os Condes, com suas armas e suas signas, os seus pendões, as suas flâmulas e os seus estandartes. Os Falcoeiros e os Págens, com os rafeiros do Alentejo e os molossos de Castro Laboreiro.
Ao fundo, o Castelo de Leiria – ainda então românico.

 

Tríptico do lado da Câmara Corporativa:
Alegorias à Indústria, à Arte, Ciência e Humanidades, à Agricultura e Comércio (Séc. XV)
      A grande tradição corporativa encontra-se, iconograficamente, mais documentada no Século XVI. Porém, para assegurar maior unidade aos dois Trípticos, eu quis ainda neste, manter o caracter medievo. Suponho que não será difícil de imaginar enquadrada no final da Idade Média a gente que se escolheu para animar a parede.

 
Painel da esquerda:
A agricultura
A Lavra, a Sementeira, os Gados, os Frutos. É indispensável cingirmo-nos às coisas, aos produtos e aos animais possíveis da época e à verosimilhança e simultaneidade dos factos representados.
De todos os elementos iconográficos e etnográficos, julgo serem os deste Painel os mais seguros; São alguns copiados de objectos e alfaias contemporâneos que condizem, em absoluto, com os documentos da época, como o velho arado romano, os ceifões, a enxada, o jugo, e, como o cesto, certamente o tarro também.
Painel do centro:
A indústria
O Pescador, o Ferreiro, a Fiandeira, o Carpinteiro, o Cordoeiro, o Alvanéo, o Sapateiro, o Oleiro, o Cerieiro, o Atafoneiro, o Armeiro, o Padeiro, o Sombreireiro, o Alfaiate, etc, com as suas insignias e bandeiras.
Ao centro, o Arquitecto, representando, talvez, a Arte e a Ciência, e o Letrado, que simbolizará os estudos das Humanidades e da Filosofia.
Centrando o Painel e o Tríptico, a imagem de São Vicente, patrono de Lisboa; da Lisboa já então, e definitivamente, cabeça da Nação.
Painel da direita:
O comércio
Os Mercadores do Norte e do Levante, com os seus cofres, os seus potes de especearias, as suas jóias e as suas fazendas; os Vinhos e os Cereais que se exportam; As Urcas e as Naus de Comércio e os Transportes terrestres.
 
Triptico intitulado "A defesa da Pátria"
Tríptico intitulado "A Prosperidade da Nação"
Ver Palácio S Bento em Notícias Magazine de 1993-07-25
 
 
Alguns estudos para a realização destes painéis
 
1
 Estudo, a gouache, do Tríptico A
 (do lado da Câmara dos Deputados),
 na escala 1:20
2
 Estudo, a gouache, do Tríptico B
 (do lado da Câmara Corporativa), na escala 1:20
 Óleo sobre maderia
 Ministério da Agricultura, Pescas e Alimentação
3
 Estudo do tríptico A, a negro, na escala 1:10
4
 Estudo do tríptico B, a negro, na escala 1:10
5  
 Estudo do painel do clero
6  
 Estudo do painel dos procuradores do povo
7  
 Estudo do painel dos nobres
8  
 Estudo do painel da agricultura
   9    
 Estudo do painel da indústria
10  
 Estudo do painel do comércio
11  
 Estudo do painel do clero, a negro, na escala de 1:5
    imagem
 Um Bispo de Lisboa
 Óleo sobre tela
 88 x 82,5 cm
 ♦ Cat. 1988: 031
JMBC
Estudos do Painel: O Clero
imagem
Estudos do Painel: O Rei e o Povo
imagem
Estudos do Painel: A Nobreza
imagem
Estudos do Painel: A agricultura
imagem
Estudos do Painel: A indústria
imagem
Estudos do Painel: O comércio
imagem
 
Estudos de cabeças
 
12  
 homem do pendão, óleo
13 imagem
 Mercador
 negro e pastel
14  
 homem de perfil, inaproveitada, negro e pastel
15  
 ganhão semeador, negro e pastel
16 imagem
 Nobre do manto azul
 negro e pastel
17 imagem
 Velho
 inaproveitada
 negro e pastel
 ♦ Ver em
 Palácio Nacional de Queluz
18  
 diácono do hissope, negro e pastel
19 imagem
 Procurador
 de perfil
 negro e pastel
 ♦ Ver em
 Palácio Nacional da Ajuda
20 imagem
 Pastor
 negro e pastel
 ♦ Ver em
 Palácio Nacional da Ajuda
21  
 procurador, de perfil, negro e sanguínea
22  
 dominicano, negro e sanguínea
23 imagem
 Bispo do pluvial verde
 negro e sanguínea
24  
 figura não aproveitada, negro e sanguínea
25 imagem
 Mestre do Templo
 negro e sanguínea
26 imagem
 Pescador
 negro e sanguíneaimagem
27 imagem
 Procurador
 negro e sanguínea
28 imagem
 Ferreiro
 negro e sanguínea
29 imagem
 Procurador
 não aproveitada
 negro e sanguínea
30  
 nobre do manto amarelo, negro e sanguínea
31  
 nobre do manto vermelho, negro e sanguínea
32 imagem
 Franciscano
 negro e sanguínea
 65 x 48 cm
 ♦ Cat. 1988: 028
  imagem
33  
 mesteiral, negro e sanguínea
34 imagem
 Pagem
 negro e sanguínea
 ♦ Ver em
 Palácio Nacional de Queluz
35  
 pagem, negro e sanguínea
36 m02-cab06.jpg (12140 bytes)
 Mestre de Santiago
 negro e sanguínea
 36 x 35 cm
 ♦ Cat. 1988: 047
 Forte de S. Julião da Barra
37  
 nobre, negro e sanguínea
38
m02-cat044.jpg (7064 bytes)
 Fiandeira
 negro e sanguínea
 47 x 36 cm
39  
 mestre de Santiago, negro e sanguínea
40
m02-cat044.jpg (7064 bytes)
 Cisterciense
 negro e sanguínea
41  
 pagem da bandeira, negro e sanguínea
42
m02-cab01.jpg (11049 bytes)
 Rei
 negro e sanguínea
 ♦ Ver em
 Palácio Nacional da Ajuda
43
m02-cab01.jpg (11049 bytes)
 Bispo de casula vermelha
 negro e sanguínea
44  
 homem de armas, negro e sanguínea
45  
 procurador do manto violeta, negro e sanguínea
46
 Conde
 negro e sanguínea
47  
 homem de armas, negro e sanguínea
48  
 mesteiral, negro e sanguínea
49  
 armeiro, negro e sanguínea
50  
 pagem, negro e sanguínea
51
m02-cab01.jpg (11049 bytes)
 Arquitecto
 negro e sanguínea
52  
 velho nobre, negro e sanguínea
53
m02-cab03.jpg (12042 bytes)
 Sapateiro
 negro e sanguínea
 ♦ Ver em
 Palácio Nacional da Ajuda
54
 Pagem dos cães
 negro e sanguíneam02-cab03.jpg (12042 bytes)
55  
 figura não aproveitada, negro e pastel
56  
 bispo de casula amarela, negro
57  
 mesteiral, negro
58
m02-cab03.jpg (12042 bytes)
 Mercado sentado
 negro
59
m02-cab03.jpg (12042 bytes)
 Nobre
 negro
60  
 figura não aproveitada, negro
61  
 nobre da túnica verde, negro
62  
 escrivão, negro
63  
 procurador do manto branco, negro
64
 Procurador do manto castanho
 negro
65
 Procurador do tabardo castanho
66  
 procurador, negro
67  
 procurador, negro
68  
 figura não aproveitada, negro
69  
 procurador, negro
70  
 escrivão, negro
71 imagem
 Homem da cúria régia
 negro (Carvão sobre papel)
 30 x 23 cm
 Inv. nº D - 32
72  
 alferes menor, negro
73  
 homem da cúria régia, negro
74  
 figura não aproveitada, negro
75  
 ganhão da enxada, negro
76  
 homem do pendão, negro
77  
 nobre, negro
78
 Escudeiro real
 negro
79    homem de armas, negro
80  
 imaginário, negro e sanguínea
81  
 procurador, negro e sanguínea
82  
 mesteiral, negro e sanguínea
83  
 falcoeiro, negro e sanguínea
  m02-cab05.jpg (11458 bytes)
 Um procurador
 51 x 36 cm -  estudo nº ?
 ♦ Cat. 1988: 041
 Forte de S. Julião da Barra
  m02-cab07.jpg (10486 bytes)
 Cabeça de homem
 31 x 25 cm -  estudo nº ?
 ♦ Cat. 1988: 030
 Forte de S. Julião da Barra
  m02-cab08.jpg (11723 bytes)
 Um procurador
 41 x 37 cm -  estudo nº ?
 ♦ Cat. 1988: 032
 Forte de S. Julião da Barra
  m02-cab09.jpg (8861 bytes)
 Cabeça de homem
 61 x 48 cm -  estudo nº ?
 ♦ Cat. 1988: 034
 MERG
 
 Cabeça de homem
 28 x 24 cm -  estudo nº ?
 ♦ Cat. 1988: 045
 Museu Nacional de Arte Contemporânea
 
 Cabeça de homem
 36 x 25 cm -  estudo nº ?
 ♦ Cat. 1988: 046
 Museu Nacional de Arte Contemporânea
   Cabeça para um Bispo
  m02-cab11.jpg (13463 bytes)  Alferes menor
   Um Procurador
   Nobre
  m02-cab11.jpg (13463 bytes)  Atafoneiro
   Carregador
   
 Cabeça de letrado
 62,5 x 48,5 cm -  estudo nº ?
 ♦ Cat. 1988: 036

Outros estudos de cabeças

 
Estudos de figuras
 
84 imagem
 imagemPastor
 negro
 ♦ Ver em
 Palácio Nacional da Ajuda
85 imagem
 Estudo de nu do pastor
 negro e sanguínea
 ♦ Ver em
 Palácio Nacional da Ajuda
86 imagem
 Pagem dos cães
 negro e sanguínea
 ♦ Ver em
 Palácio Nacional de Queluz
87 imagem
 Estudo de nu do pagem dos cães
 negro
 ♦ Ver em
 Palácio Nacional da Ajuda
88 imagem
 Rei
 negro e sanguínea
 ♦ Ver em
 Palácio Nacional de Queluz
89  
 estudo de nu do Rei, negro
90 imagem
 imagemFranciscano
 negro e sanguínea
 ♦ Ver em
 Palácio Nacional da Ajuda
91 imagem
 Estudo de nu do franciscano
 negro e sanguínea
 ♦ Ver em
 Palácio Nacional da Ajuda
92 imagem
 Pagem da bandeira
 negro e sanguínea
93 imagem
 Estudo de nu do pagem da bandeira
 negro e sanguínea
 ♦ Ver em
 Palácio Nacional da Ajuda
94  
 homem de armas, negro e sanguínea
95  
 mercador, de pé, negro e sanguínea
96 imagem
 Fiandeira
 negro e sanguínea
97 imagem
 Homem do pendão
 Clérigo
 negro e sanguínea
98 imagem
 Homem de armas
 negro e sanguínea
99 imagem
 Escrivão
 negro
100 imagem
 Letrado
 negro
101 imagem
 Armeiro
 negro e sanguínea
102 imagem
 Nobre do manto azul
 negro e sanguínea
 ♦ Ver em
 Palácio Nacional de Queluz
103 imagem
 Nobre do manto amarelo
 negro
 ♦ Ver em
 Palácio Nacional de Queluz
104 imagem
 Mercador, sentado
 negro e sanguínea
105 imagem
 Ganhão do arado
 nimagemegro
 ♦ Ver em
 Palácio Nacional da Ajuda
106 imagem
 Semeador
 negro e sanguínea
 54,5 x 33 cm
 ♦ Cat. 1988: 042
 Museu do Palácio da Assembleia da República
107 imagem
 Procurador do manto branco
 negro e sanguínea
 ♦ Ver em
 Palácio Nacional da Ajuda
108 imagem
 imagem imagem Carregador
 negro
 ♦ Ver em
 Palácio Nacional de Queluz
109 imagem
 Nobre do manto vermelho
 negro
 ♦ Ver em
 Palácio Nacional de Queluz
110  
 arquitecto, negro e sanguínea
111 imagem
 Dois procuradores
 negro e sanguínea
112 imagem
 imagemProcurador do tabardo castanho
 negro e sanguínea
 ♦ Ver em
 Palácio Nacional da Ajuda
113 imagem
 Ferreiro
 negro e sanguínea
 ♦ Ver em
 Palácio Nacional da Ajuda
114 imagem
 Procurador do manto castanho
 negro e sanguínea
115  
 ganhão do arado, aguarela
116 imagem
 Pescador
 aguarela
  imagem  Falcoeiro
  imagem  Mestre dos templários
  imagem  
 
Mãos e pés, nús e calçados
 
117 imagem
 Mãos do painel dos procuradores
 óleo
 ♦ Ver em
 Palácio Nacional da Ajuda
118 imagem
  Maõs do carregador
  negro
 ♦ Ver em
 Palácio Nacional da Ajuda
119 imagem
 Mãos do ferreiro e do pescador
 negro e sanguínea
 ♦ Ver em
 Palácio Nacional da Ajuda
120 imagem
 Mãos do painel do clero
 negro e sanguínea
121 imagem
 Mãos do painel do clero
 negro e sanguínea
122 imagem
 Mãos do semeador
 negro
 ♦ Ver em
 Palácio Nacional da Ajuda
123 imagem
 Mãos do pagem dos cães
 negro
 ♦ Ver em
 Palácio Nacional da Ajuda
124  
 mãos da fiandeira, negro e sanguínea
125 imagem
 imagemimagemMãos do painel dos nobres
 negro e sanguínea
 ♦ Ver em
 Palácio Nacional da Ajuda
126 imagem
 Mãos de um nobre e do pastor
 negro
 ♦ Ver em
 Palácio Nacional da Ajuda
   
 imagemimagemMãos dos mercadores
 
127 imagem
 Bota do ferreiro
 negro
 ♦ Ver em
 Palácio Nacional da Ajuda
128 imagem
 Bota do ferreiro
 negro
 ♦ Ver em
 Palácio Nacional da Ajuda
129 imagem
 Botas do mercador sentado
 negro
 ♦ Ver em
 Palácio Nacional da Ajuda
130 imagem
 Sapatos de procuradores
 negro
 ♦ Ver em
 Palácio Nacional da Ajuda
131 imagem
 Sapatos de procuradores
 negro
 ♦ Ver em
 Palácio Nacional da Ajuda
132 imagem
 Sapatos da fiandeira
 negro
 ♦ Ver em
 Palácio Nacional da Ajuda
133 imagem
 Pés do pescador
 negro
 ♦ Ver em
 Palácio Nacional da Ajuda
 
Animais
 
134 imagem
 Touro (cabeça)
 aguarela
135 imagem
imagemimagem  Cabra
  aguarela
 ♦ Ver em
 Palácio Nacional de Queluz
136 imagem
 Falcão
 aguarela
137 imagem
imagem imagem  Cães
 aguarela
138  
 cães (não aproveitado), aguarela
139  
 cão (não aproveitado), aguarela
 
Acessórios
 
140  
 frutos e peixes, aguarela
141  
 imagemNaus
 negro
142 imagem
 Imagens de santos
 negro e sangínea
143 imagem
 Golas do clero
 negro
 ♦ Ver em
 Palácio Nacional da Ajuda
144 imagem
 Bolsa do mercador
 negro
 ♦ Ver em
 Palácio Nacional da Ajuda
145 imagem
 imagem Barrete do mercador
 negro
 ♦ Ver em
 Palácio Nacional da Ajuda
.                                     
 
 
 
Artigos de Jornais:
1943-08-21 - Diário de Lisboa
1944-03-30 - O Século
1944-04-02 - Diário Popular
1944-04-02 - Novidades
1944-04-02 - O Comércio do Porto, por Júlio Dantas
1944-04-03 - A Voz
1944-04-03 - Diário da Manhã (1ª Página), por Fernando de Pamplona (texto)
1944-04-03 - Diário de Lisboa (1ª Página), por Artur Portela - (texto) (A melhor notícia)
1944-04-03 - Diário de Notícias (1ª Página) (texto)
1944-04-03 - Diário Popular (1ª Página), por Luís Reis Santos (texto)
1944-04-03 - Novidades (1ª Página)
1944-04-03 - O Jornal do Comércio
1944-04-03 - O Século (1ª Página),
por M. S.
1944-04-04 - A Voz (1ª Página)
1944-04-04 - Correio do Minho
1944-04-04 - Diário da Manhã (1ª Página)
1944-04-04 - Diário de Notícias (1ª Página)
1944-04-04 - Jornal de Notícias (1ª Página)
1944-04-04 - Novidades (1ª Página), por Luís Chaves
1944-04-04 - O Jornal do Comércio
1944-04-04 - Comércio do Porto (1ª Página)
1944-04-04 - O Primeiro de Janeiro (1ª Página)
1944-04-04 - O Século (1ª Página)
1944-04-05 - Diário de Lisboa
1944-04-05 - Jornal de Notícias - Grande Oficial da Ordem de Santiago
1944-04-05 - República - Grande Oficial da Ordem de Santiago
1944-04-06 - Acção
1944-04-06 - Diário de Lisboa
1944-04-06 - A Voz
1944-04-06 - O Jornal do Comércio
1944-04-06 - O Comércio do Porto
1944-04-07 - Diário da Manhã
1944-04-07 - Diário de Lisboa (texto)
1944-04-08 - Correio da Estremadura
1944-04-08 - Diário da Manhã - Uma entrevista com Martins Barata, por Luís Reis Santos (texto)
1944-04-08 - O Século Ilustrado
1944-04-09 - Diário de Lisboa
1944-04-09 - Diário Popular
1944-04-10 - Jornal desconhecido
1944-04-12 - Jornal desconhecido
1944-04-12 - A Rabeca (Portalegre) - Outro Pintor Alentejano que se consagrou
1944-04-12 - Diário da Manhã - Uma obra grande que é uma grande obra, por Fernando de Pamplona
1944-04-12 - Diário Popular
1944-04-13 - O Século
1944-04-13 - Sempre Fixe
1944-04-13 - Vida Mundial Ilustrada
1944-04-14 - Diário da Manhã
1944-04-15 - Diário de Lisboa - Diário de Lisboa
1944-04-15 - Mensageiro de Bragança
1944-04-15 - Renascença
1944-04-16 - Diário da Manhã
1944-04-16 - Diário de Notícias
1944-04-16 - O Século
1944-04-16 - O Tempo
1944-04-16 - O Castelovidense
1944-04-20 - Acção - Os painéis de Martins Barata, por Franz-Paul Langhans
1944-04-23 - O Castelovidense (1ª Página) - Os painéis de Martins Barata, por João António Gordo
1944-04-29 - A Defesa - Dois Trípticos, por L. V. C.
1944-04-__ - Brotéria - Os painéis de Martins Barata
1944-05-__ - Defesa Nacional - Os trípticos de Martins Barata
1944-05-__ - Revista Turismo
1944-05-14 - O Castelovidense - Grande Oficial da Ordem de Santiago
1944-05-15 - Renascença, por Adelaide Félix
1944-06-__ - Stela (Fátima) - Ressurgimento da arte em Portugal
1944-07-20 - Acção - Os painéis de Martins Barata, por Franz-Paul Langhans (texto)
1944-08-27 - Notícias de Domingo (Lourenço Marques), por Teresa Leitão de Barros
1944-09-08 - Diário de Lisboa - Compra de estudos

1944-09-09 - A Voz - Compra de estudos
1944-09-09 - O Comércio do Porto - Compra de estudos
1944-09-13 - A Rabeca - Compra de estudos

1944-09-24 - O Castelovidense - Compra de estudos
1944-12-31 - O Século - Colaboradores do Século (Paineis AN e Conservatório)
1945-01-01 - Diário da Manhã - Juízo do ano de 1944, por Fernando de Pamplona
1945-01-01 - O Comércio do Porto (1ª Página) - Ano de 1944, por Rocha Martins
1945-04-21 - Diário da Manhã (1ª Página) - Museu Histórico Bibliográfico da Assembleia Nacional
1945-04-25 - O Século
1945-05-07 - O Comércio do Porto - Quadros para o Museu Alberto Sampaio
1945-05-10 - Acção - Os tipos eternos da grei, por Fernando de Pamplona
1945-06-24 - Novidades - Monografia de Miranda do Douro
1945-08-01 - Asi Es (Madrid) - Martins Barata, Pintor de Razas, por M. T. P.
1945-09-27 - Jornal do Comércio - Ed. Noite
1945-11-04 - Novidades - Visita do Grupo «Amigos de Lisboa»
1946-__-__ - Revista Municipal - Lisboa - nº 26 - Museu Histórico e Biográfico da A. N.
1947-10-16 - O Castelovidense - Martins Barata
1947-10-23 - O Castelovidense - Os painéis de Martins Barata, por João António Gordo
1947-10-23 - O Castelovidense
 
Curiosidade:
A única imagem feminina
representada é a de
sobrinha do pintor
 
(Estudo nº 038)
m02-cat044.jpg (7064 bytes)
Gravura de
m02-cat044.jpg (7064 bytes)

 

Martins Barata ao pintar as telas numa sala do Palácio de S. Bento

  

No dia da inauguração

imagem imagem
imagem imagem

Convite